Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

29/03/2016 - 15:00 - Ricardo Machado Comunicação
Combate ao Aedes aegypti também é coisa de criança
Combate ao Aedes aegypti também é coisa de criança - RICARDO MACHADO COMUNICAÇÃO

Com música, teatro, poesia e artes plásticas, alunos do Miraflores e do Colégio Logosófico se tornam experts na prevenção ao mosquito ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
Levar os acontecimentos da cidade, do país e do mundo para o ambiente escolar é só uma das fórmulas usadas pelo Centro Educacional Miraflores para tornar o processo de ensino-aprendizagem mais dinâmico e prazeroso. Um exemplo disso é o combate ao mosquito Aedes aegypti. A comoção nacional causada pelos casos de zika, dengue e chikungunya chegou à sala de aula e as duas unidades do colégio – na Barra da Tijuca e em Laranjeiras – estão desenvolvendo projetos pedagógicos sobre o tema.

Música, protesto e conscientização

Pegando carona nos acontecimentos históricos que marcaram os festivais da canção, tema de um dos projetos deste ano, os alunos do Miraflores Barra foram estimulados a refletir sobre o papel da arte como forma de protesto. “Essa foi a deixa para que produzissem paródias em que abordam a falta de cuidado da população no combate aos focos de proliferação do mosquito e o aumento dos casos das doenças transmitidas por esse vetor”, explica a coordenadora pedagógica Jane Serrato.

E os protestos não pararam por aí. As turmas de pré-escola I e II desenharam e pintaram placas informativas e foram para a rua, acompanhadas de seus professores, coordenadoras e funcionários reivindicar o direito de habitar um meio ambiente livre de mosquitos. A atividade ocorreu em um trecho da Avenida Olegário Maciel, próxima do Miraflores.

A ciranda de conscientização também chegou aos integrantes do berçário II e do maternal I e II. As turmas levaram para casa um quebra-cabeça com a imagem do mosquito na campanha “Zika Zero”, do Ministério da Saúde. “Essa foi mais uma forma de incluir os pais no processo de conscientização”, conta Jane. Já os alunos da pré-escola I ao 2º ano do ensino fundamental entraram nessa roda do conhecimento a partir de um jogo da memória com dicas de como eliminar os criadouros de mosquitos.

Na unidade Laranjeiras, o projeto “Foco Zero” é o responsável por mobilizar a garotada fazendo a mensagem aprendida chegar aos pais e amigos dos “fiscais mirins”. “A mãe de um dos alunos do 2º ano disse que levou uma bronca do filho por causa de um pratinho de planta sem areia”, conta a professora Alessandra Vital, que coordena as atividades.

Estúpido mosquito

E o sucesso na voz de Celly Campello, quem diria, acabou se transformando no rock “Estúpido mosquito”, uma versão crítica e bem humorada de “Estúpido cupido” feita pelos alunos do 5º ano. Ela será apresentada na peça de teatro que está sendo montada pela turma. É deles também o poema afixado na entrada da creche com o objetivo de sensibilizar os pais dos bebês. E a movimentação não para por aqui. Outras atividades estão sendo planejadas com o auxílio dos professores de inglês (escola é bilíngue) e de educação física.

Os alunos recém-alfabetizados também participam do projeto: depois de trocar ideias com a professora na sala de aula e de uma sessão de vídeos educativos sobre o mosquito, os pequenos produziram bandanas com os dizeres “stop zika”, “zika zero” e “foco zero”. “Alguns pais relataram que seus filhos queriam usar a bandana durante o fim de semana para que as pessoas na rua se lembrassem de procurar focos do mosquito em casa”, conta Alessandra, feliz com o engajamento.

O exemplo começa em casa

Além disso, as crianças conversaram com a funcionária responsável pelos serviços gerais do Miraflores para descobrir quais providências estão sendo tomadas pela escola para combater o mosquito. Eles também produziram, durante as aulas de artes, um imã de geladeira com o lema “Foco Zero”, a ser entregue aos pais quando, após uma vistoria, a casa estiver livre das condições de risco. Nas aulas de informática eles ainda produzirão placas a serem distribuídas no ambiente escolar, chamando atenção para o problema.

“Sabemos que, quando bem estimuladas, as crianças aderem às atividades, independentemente do assunto que esteja sendo tratado, e quando elas compram a ideia os resultados são sempre surpreendentes”, afirma Jane Serrato.

Os pais também podem aprender

Numa manhã de conhecimento e diversão, o Colégio Logosófico, por sua vez, explorou a importância da integração entre os responsáveis, seus filhos e o ambiente escolar para passar a mensagem da conscientização. A atividade “Aedes aegypti: ontem, hoje e amanhã” levou os adultos, novamente, para a sala de aula e fez as crianças vivenciarem algo novo: ter seus pais como colegas de classe.

O conteúdo curricular da ação contou com suporte de biologia, geografia e história, e os alunos, grandes e pequenos, descobriram detalhes e esclareceram dúvidas sobre a origem do mosquito, como ele chegou ao Brasil, as condições climáticas que favorecem sua reprodução, a transmissão dos vírus e seu desenvolvimento. O momento mais esperado foi a análise das larvas do mosquito no microscópio e numa “mosquiteca” desenvolvida por Alessandra Oliveira, professora de biologia.

“Trabalhamos com as crianças na sala de aula para que elas sensibilizem a família, dando dicas e ficando atentas aos possíveis focos do mosquito”, conta Ana Lúcia Santos, professora de geografia. Ela continua: ”É papel da escola educar os pequenos para o mundo externo e, quando os pais são inclusos nessa equação, o aprendizado se torna mais efetivo e é colocado em prática com mais facilidade”.

Data de inclusão: 29/03/2016
Fone: (21) 3852-5185
Contato: Ricardo Machado
Empresa: Ricardo Machado Comunicação
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Educação-Cursos][Infantil][Saúde ]
Este Release foi visto 346 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping
 
Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
Dieta21Dias
egoi
Sobrancelha Perfeita
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.