Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

11/04/2017 - 11:54 - #Reverso Comunicação Integrada
Fenadoce 2017 retrata origens culturais e primeiras doceiras de Pelotas
Fenadoce 2017 retrata origens culturais e primeiras doceiras de Pelotas - #REVERSO COMUNICAÇÃO INTEGRADA

A tradição doceira de Pelotas, no extremo sul do Rio Grande do Sul, surgiu de uma grande mistura cultural. Desde os africanos e portugueses até os franceses, alemães e italianos, são muitas as histórias que construíram a vocação da cidade que, neste  ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
A tradição doceira de Pelotas, no extremo sul do Rio Grande do Sul, surgiu de uma grande mistura cultural. Desde os africanos e portugueses até os franceses, alemães e italianos, são muitas as histórias que construíram a vocação da cidade que, neste ano, celebra a 25ª Feira Nacional do Doce, que acontecerá de 31 de maio a 18 de junho. “Doce: A Nossa Grande História” é o tema desse ano da feira, que busca resgatar as origens culturais que transformaram a cidade na capital nacional do doce e valorizar a figura das doceiras.

Para que cada detalhe da decoração da Fenadoce possa transmitir a mensagem de valorização às origens e às doceiras, a organização buscou o trabalho do artista plástico Madu Lopes, que é o responsável pelo conceito e projeto cenográfico da feira nos próximos três anos. O artista explica que a inspiração foi a mescla de culturas que criaram o doce de Pelotas com foco na produção artesanal. “Busco algo mágico para encantar visualmente a todos e contar não apenas as histórias dos doces, como também das mãos que deram vida a essas joias dos sentidos\", afirma ele, ressaltando que busca criar uma unidade da tradição doceira onde cada povo que participou dessa construção possa ter o seu espaço.

Localizada a 250 quilômetros de Porto Alegre, a cidade de Pelotas guarda alguns momentos marcantes na sua história. Terra natal do escritor João Simões Lopes Neto e palco de gravações como a minissérie A Casa das Sete Mulheres e o filme O Tempo e o Vento, é no doce que a cidade desponta economicamente e se transforma como polo turístico gastronômico no Estado. Em sua 25ª edição, a Fenadoce quer recontar como a história de Pelotas e o doce se encontraram pelas mãos das escravas africanas e os demais povos que chegaram à cidade há alguns séculos.

Madu salienta que o público poderá esperar uma decoração com um toque de inovação devido a ressignificação de objetos e de um trabalho diferenciado de criação de esculturas e pinturas exclusivas. Segundo ele, a ideia é realizar uma grande exposição que deve se espalhar pela feira. \"O público pode esperar uma experiência estética única, uma incursão lúdica no universo do doce\", adianta ele.

O vestido da corte também costuma ser de grande expectativa do público. Formada nesse ano pela rainha Fernanda Rott e as princesas Bibiana Dias e Laura Braga, a corte leva mais uma vez o nome da feira e da cidade de Pelotas para todos os cantos. Elas traduzem a alma calorosa do povo que representam, por isso, cada detalhe das suas roupas deve retratar também a história do doce em sintonia com o trabalho de Madu Lopes.

Sobre o artista
Conhecido como Madu, o artista plástico Manoel Eduardo Lopes de Oliveira é natural de Dom Pedrito e reside em Pelotas desde 1991. A partir de 2000 começou a vender as suas peças e “viver” da sua arte, passando pela cerâmica, pintura em tela, esculturas e porongos. O profissional tem o trabalho reconhecido por retratar mulheres em suas pinturas. Atualmente, comercializa peças para todo o país, ministra cursos e participa de feiras e exposições.

Fotos gerais da feira em 2016
https://www.dropbox.com/sh/umqxp0xq4c2k3o4/AABsa5-Ymoqbqb9lC8bkTN9za?dl=0
Créditos: Marcel Streicher
Fotos de doces
https://www.dropbox.com/sh/rwa726yifmb5uz6/AACorRWD_Ms8ZnkpxEqKwhWJa?dl=0

SERVIÇO
O que: Feira Nacional do Doce - Fenadoce 2017
Data: 31 de maio a 18 de junho
Local: Centro de Eventos Fenadoce (Av. Presidente Goulart com a BR-116) – Pelotas (RS)
Horário: seg a qui, das 14h às 22h; sex, das 14h às 23h; sáb, dom e feriado, das 10h às 23h.
Ingressos: seg a sex: R$ 8,00 por pessoa; Sab, dom e feriados: R$ 10 por pessoa. Estacionamento: R$ 15,00 Crianças até 6 anos não pagam ingresso e estudantes identificados com a carteira estudantil e idosos acima de 60 anos pagam 50% do valor.
Site: www.fenadoce.com.br | Facebook: www.facebook.com/fenadoce

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Tatiane Mizetti (Conrerp/4ª 2820) – reverso@reversocomunicacao.com.br
Camila Costa – imprensa@reversocomunicacao.com.br
Grazieli Gotardo – assessoria@reversocomunicacao.com.br
51-3398-7958 / 51-9235-8086
Contato zona sul: 53 - 9115-7559
Reverso Comunicação Integrada
www.reversocomunicacao.com.br
Conrerp PJ116

Data de inclusão: 11/04/2017
Fone: (51) 91620568
Contato: Grazieli
Empresa: #Reverso Comunicação Integrada
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Alimentação-Gastronomia-Culinária][Arte-Cultura-Lazer][Eventos]
Este Release foi visto 409 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.