Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

28/07/2017 - 17:16 - C4 Comunicação
Consultor se torna sócio dos clientes para reformular estratégia
Consultor se torna sócio dos clientes para reformular estratégia - C4 COMUNICAÇÃO

Apenas em 2016, cerca de 1,8 milhão de empresas fecharam as portas, um dado alarmante para o país que já tem 13,8 milhões de desempregados e uma recessão de quase 4% em dois anos sucessivos. Mesmo com os primeiros sinais de recuperação com melhora no ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
Apenas em 2016, cerca de 1,8 milhão de empresas fecharam as portas, um dado alarmante para o país que já tem 13,8 milhões de desempregados e uma recessão de quase 4% em dois anos sucessivos. Mesmo com os primeiros sinais de recuperação com melhora nos índices de atividade econômica, ainda levará algum tempo para que empresas de transporte e logística consigam reverter o quadro de crise em curto prazo. Ainda assim, muitas foram as companhias que se fortaleceram, buscaram a inovação e principalmente a gestão para sobreviver e crescer em tempos de demandas mais baixas.

O consultor, empresário, administrador de empresas e fundador da Libertá Consultoria, Leandro Bogalheira, atua com sucesso em empresas do setor, com soluções estratégicas e operacionais para melhor controle e eficiência da organização. Bogalheira afirma que “não há um mercado ruim, mas sim uma boa gestão em tempos mais difíceis\". Para ele, há chances das empresas superarem a crise com uma gestão focada em otimizar recursos e ampliar os caminhos para novos mercados. “Esses são apenas os primeiros passos para buscar a saúde da empresa e novas oportunidades na crise econômica. No setor de transporte e logística o segmento do varejo online cresceu na ordem de 10% ao ano, o que refletiu em oportunidades para quem investiu em tecnologia”, exemplifica o executivo.

A Libertá sugere que o trabalho de gestão envolve diversas áreas, desde o comercial e financeiro até operacional, suprimentos e recursos humanos. Uma das formas que Bogalheira encontrou para reformular a estratégia dos clientes, é apresentar a possibilidade de se tornar sócio do negócio, dividindo os riscos das próprias alterações propostas de forma direta. \"Os resultados são rápidos, e quando atuo diretamente na operação garanto ao cliente o resultado melhor em curto prazo. O importante não é só melhorar a logística e ‘cortar custos’, mas sim dar estrutura, propor saídas para a empresa manter os bons números depois analisando oportunidades futuras\", explica.

Uma das transportadoras das quais Bogalheira se tornou sócio teve um crescimento expressivo em apenas dois meses. Segundo o consultor, \"era uma questão de avaliar oportunidades em outros mercados crescentes onde o cliente poderia atuar, e, em conjunto com o corpo diretor propor aproximações com outro perfil de cliente uma vez que a operação atual funciona de forma quase que automática, o que é uma vantagem competitiva\". Para ele, seu diferencial é não olhar apenas para os valores, mas sim para todos os setores da empresa. \"O meu grande diferencial das outras empresas de consultoria, é que tenho a vivência do chão de fábrica. Eu não vejo só números, eu entendo o processo como um todo especialmente neste setor onde já atendi muitos clientes com o mesmo perfil. Entendo por experiência própria\", conta.

Bogalheira salienta que mesmo em tempos de retração, quem faz uma gestão baseada na otimização de recursos, de pessoas e matéria prima, na terceirização de atividades que melhoram a rotina e fazem uma melhor gestão do tempo, o acompanhamento dos riscos inerentes a qualquer negócio é até mesmo uma atenção detida da concorrência e das tendências do mercado, pode fazer toda a diferença em tempos de crise. \"Ler e ouvir especialistas da sua área ajuda a entender tendências e apostar somente no que é futuro ao invés de usar a máxima do time que está ganhando e que não deve ser alterado, o que mostra inteligência na gestão e que considero fundamental\" classifica o executivo.

“Tenho case de transporte de veículos em longas distâncias onde a implantação de uma ferramenta resultou em corte expressivo do custo e aumento da monetização usando o mesmo recurso, em veículo, em capital humano, em gastos como combustível e pedágio aos quais não podemos fugir”, ressalta lembrando que o momento de crise já está passando e que os investimentos em máquinas e equipamentos mostra que a indústria, em breve, irá voltar a demandar do setor de transporte e logística. “Animo todos os clientes, ainda na fase de diagnósticos, que o empresário está investindo, importando máquinas e equipamentos, e as vendas do atacado também cresceram no semestre, o que em breve irá resultar em melhores índices para o comércio e o varejo, na outra ponta da cadeia”, finaliza.
Data de inclusão: 28/07/2017
Fone: (11) 0020202020
Contato: Flavia Santana
Empresa: C4 Comunicação
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Economia e Finanças][Geral][Transporte-Turismo]
Este Release foi visto 114 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.