Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

28/09/2017 - 17:31 - DOC Press
Tratamento regular para hipertensão e diabetes resultou em 0,04% de incidência de internações relacionadas a doenças cardiovasculares, revela estudo d
Tratamento regular para hipertensão e diabetes resultou em 0,04% de incidência de internações relacionadas a doenças cardiovasculares, revela estudo d - DOC PRESS

O levantamento, realizado pela passagem do Dia Mundial do Coração (29 de setembro), mostra a baixa incidência de internações em usuários de tratamento medicamentoso dos fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares  ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
Um estudo inédito da Orizon - empresa de inteligência e tecnologia líder em serviços para os segmentos de saúde, seguros e benefícios – revelou que os usuários regulares para o tratamento de hipertensão e diabetes apresentam incidência extremamente baixa de internações hospitalares ou atendimento clínico de emergência por doenças cardiovasculares. O estudo analisou 208.433 beneficiários do Programa de Benefícios de Medicamentos – PBM – da Orizon, em 2015, e 288.581 beneficiários, em 2016, que utilizaram medicamentos para hipertensão e diabetes.

Pela análise de usuários do PBM da Orizon, apenas 214 pacientes, que representam 0,04% da amostra total, foram internados em hospital ou tiveram atendimento clínico com infarto, insuficiência cardíaca e demais doenças relacionadas ao coração, durante os dois anos.

A hipertensão e diabetes são dois dos principais fatores de risco associados ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares. A baixa incidência encontrada para admissões hospitalares podem indicar o fator protetor da adesão medicamentosa na prevenção de infarto e insuficiência cardíaca. “As taxas de morte prematura no Brasil por doença cardiovascular seguem uma tendência decrescente desde 1996. A prevenção da hipertensão e diabetes está entre as prioridades na atenção básica no Brasil, contando com extensivos programas de conscientização\", lembra a pesquisadora da Orizon, Sarah Rodrigues.

Em relação aos gêneros, nos dois anos, o estudo constatou que os homens foram internados mais vezes do que as mulheres em decorrência de complicações das doenças cardiovasculares. Eles representaram 62% das internações, contra 38% delas. \"Apesar dos dados nacionais não indicarem diferença significativa na prevalência de doença cardiovascular entre os sexos, as informações encontradas na base de dados da Orizon confirmam a literatura médica, onde as mulheres apresentaram maior diminuição de morte prematura do que os homens\", explica Sarah.

Os resultados encontrados pelo estudo podem indicar a relação existente entre a adesão ao tratamento medicamentoso das patologias analisadas com a redução do número de hospitalizações por infarto ou insuficiência cardíaca, sendo necessárias análises complementares para estabelecimento de mais dados conclusivos.

Sobre a Orizon

A Orizon tem um propósito claro: trazer mais saúde para mais pessoas. Para isso, emprega o talento de seu time através de inteligência médica, analytics e tecnologia. Com essas capacidades, busca simplificar processos e combater os desperdícios, que são problema mundial no setor de saúde. O setor precisa resolver seu problema central: os custos crescem mais rápido que os recursos disponíveis. É fundamental combater qualquer desperdício nesse contexto, pois quando dinheiro é jogado fora alguém perde acesso e qualidade de atendimento ao seu bem mais precioso, a saúde.

A Orizon – empresa de inteligência e tecnologia líder em serviços para os segmentos de saúde, seguros e benefícios – trabalha há mais de 10 anos por meio de suas soluções em: Inteligência em Saúde, Transformação de Processos, Conectividade e Benefícios em Saúde.
Um em cada quatro usuários do sistema de saúde privado se beneficia com as soluções da Orizon. São mais de 12 milhões de pessoas, conectadas a 140 mil prestadores e a mais de 11.000 farmácias, efetuando uma média de 150 milhões de transações por ano. Além disso, são analisados mais de 22 milhões de sinistros e contas médicas neste mesmo período, trazendo importante contribuição no combate aos desperdícios do setor.

Devido ao grande volume de dados que transita em seus sistemas a Orizon é capaz de gerar informações estratégicas para o mercado e assim auxiliar na tomada de decisão das empresas e agregar valor na gestão de saúde da população do país.
Data de inclusão: 28/09/2017
Fone: (11) 55338781
Contato: José Luchetti
Empresa: DOC Press
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Internacional][Nacional][Saúde ]
Este Release foi visto 111 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.