Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

10/01/2018 - 09:36 - C4 Comunicação
PROTESTE indica a melhor forma de pagar o IPTU e o IPVA e alerta para as mudanças no seguro DPVAT
PROTESTE indica a melhor forma de pagar o IPTU e o IPVA e alerta para as mudanças no seguro DPVAT - C4 COMUNICAÇÃO

Saiba qual é a melhor escolha na hora de pagar os dois impostos que mais pesam sobre o bolso do consumidor ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
2018 chegou e com ele as contas de começo de ano, como o IPVA e IPTU, sem contar as demais despesas comuns como material escolar, gastos que das férias escolares, renovação de seguros entre outros. Por isso, a PROTESTE, Associação de Consumidores, separou algumas dicas para lidar com os dois impostos que mais pesam sobre o orçamento doméstico. Caso o consumidor tenha todo o dinheiro em mãos, a melhor opção é pagar os dois impostos à vista para se beneficiar dos descontos oferecidos. Mas se tiver que escolher apenas um deles, a melhor opção é pagar o IPVA à vista mas parcelar o IPTU usando a opção já disponível pela prefeitura municipal.

Segundo a PROTESTE, o IPVA deve ser priorizado pois caso o contribuinte opte pelo pagamento parcelado e invista o dinheiro, precisaria obter um rendimento maior do que se investisse o dinheiro do pagamento do IPTU. No Rio de Janeiro o desconto no IPTU para pagamento à vista é de aproximadamente 7% e em São Paulo é de 4%. Já no IPVA, o desconto é de 3% nos dois Estados.

A Associação alerta que se deve evitar ao máximo recorrer a empréstimos, limites do cheque especial ou qualquer outra maneira de crédito do mercado financeiro. O parcelamento já previsto pela Fazenda estadual, que recebe o IPVA, ou pela Prefeitura municipal, que recolhe o IPTU, é muito mais vantajoso do que buscar crédito nos bancos.

Para efetuar o pagamento do IPVA 2018, o contribuinte precisa ter o número do Registro Nacional de Veículo Automotor (RENAVAM), que pode ser utilizado para quitar o débito em guichês de caixa, terminais de autoatendimento, internet, débito agendado ou outros canais oferecidos pela instituição bancária. No caso do estado de São Paulo, apesar de abusiva a ausência de uma comunicação impressa, tendo em vista a suspensão das cartas que eram enviadas ao consumidor desde o ano passado, há opções de pagamento online e também em vários postos de recolhimento.

Atenção: Este ano houve uma mudança no pagamento do seguro DPVAT. Antes esse seguro era pago junto com a primeira parcela do IPVA, sendo que hoje ele só poderá ser pago de forma avulsa. Para maiores detalhes acesse: https://www.proteste.org.br/seguros/seguro-auto-e-moto/noticia/saiba-quais-sao-as-mudancas-para-pagar-o-seguro-dpvat-2018

Já o IPTU pode ser pago por meio de carnê de forma parcelada, que geralmente é enviada para o endereço do contribuinte, e que inclui a possibilidade da quitação antecipada com desconto.

É importante lembrar que o não pagamento destes impostos leva à inadimplência do consumidor no CADIN (Cadastro de Inadimplentes).

Cinco dicas

Para o planejamento financeiro, a PROTESTE divulga cinco dicas para o pagamento dos impostos e como lidar com as despesas extras de início de ano:

À Vista ou parcelado? É melhor pagar à vista por conta dos descontos recebidos. Entretanto, não vá contrair dívidas para pagar de uma vez só. O parcelamento já oferecido pela Prefeitura (IPTU) ou Fazenda estadual (IPVA) é mais vantajoso;

Como planejar? Desde já é importante planejar o orçamento doméstico e prever eventuais ganhos extras como PLR (Participação de Lucros e Resultados, oferecida por algumas empresas), bônus ou o 13º Salário para usar nas despesas de início de ano seguinte (2019);

Cabe no orçamento? Antes de fazer o parcelamento, veja todas as suas receitas e lance cada parcela para ter certeza de que elas caberão no seu bolso. É importante lembrar que parcelas atrasadas de impostos também resultam na cobrança de juros e multas;

É caso de empréstimo? Se o orçamento não der, seja por falta de planejamento ou por falta de recurso, vale a dica de ouro que é trocar as dívidas e os juros mais altos por um único empréstimo a juros menores. O empréstimo consignado é a melhor opção. Caso não seja possível tente um crédito pessoal e negocie as melhores taxas. Uma opção para este caso é a parceria da PROTESTE com a Lendico, que oferece empréstimo pessoal online com uma das menores taxas do mercado https://www.proteste.org.br/seguros/seguro-auto-e-moto/noticia/saiba-quais-sao-as-mudancas-para-pagar-o-seguro-dpvat-2018

E os gastos invisíveis? Especialmente em janeiro, com feriados e eventualmente férias escolares, muitas famílias têm problemas no orçamento em razão de gastos como passeios, viagens, refeições fora de casa, uniforme e material escolar. É importante prever um orçamento extra para estes custos, antes de optar pelo pagamento antecipado do IPVA e IPTU porque o resultando poderá ser a falta de dinheiro e com isso, a utilização do cartão de crédito, que têm um dos maiores juros do mundo e que por isso devem ser evitados.

Estas e outras dicas de ouro sobre finanças pessoais estão no curso que a PROTESTE preparou para qualquer consumidor. Acesso ao site e confira: http://proteste-loja.e-create.com.br/
Data de inclusão: 10/01/2018
Fone: (11) 0020202020
Contato: Flavia Santana
Empresa: C4 Comunicação
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Defesa do Consumidor][Economia e Finanças][Geral]
Este Release foi visto 1280 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.