Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

16/02/2018 - 10:58 - #Mac Comunicação e Marketing
Falta inovação no turismo
Falta inovação no turismo - #MAC COMUNICAÇÃO E MARKETING

Passado o carnaval que, em Itu, foi de total sucesso, principalmente pela inovação da festa na principal praça da cidade, bem no meio do centro histórico, com as famosas marchinhas de antigamente, voltamos ao assunto turismo, porque em eventos, a pop ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
Passado o carnaval que, em Itu, foi de total sucesso, principalmente pela inovação da festa na principal praça da cidade, bem no meio do centro histórico, com as famosas marchinhas de antigamente, voltamos ao assunto turismo, porque em eventos, a população ituana esta bem servida.

Quando se fala em inovação a primeira idéia é de se aplicar novidades tecnológicas. Todavia, o assunto tem outras abordagens mais simples, quase sem nenhum investimento, mas que podem trazer grandes benefícios ao turista.
Um dos maiores problemas do turista em Itu é o fato de que hotéis, pousadas e restaurantes não se sentem inseridos no “trade turístico” e não se adaptam às modernidades do século XXI.

Muitos envolvidos no setor do turismo não apresentam comprometimento com a possibilidade de oferecer o máximo de conforto e acolhimento ao viajante. Às vezes faltam idéias inovadoras por falta de empenho e conhecimento de que os estabelecimentos fazem parte da cadeia do turismo e que podem ser muito simples, porém, transformadoras.

Vamos ajudar: Inovar pode ser abrir um novo mercado, criar um novo produto, modificar um produto existente, melhorar um método de atendimento, encontrar uma nova fonte de fornecimento ou criar uma nova forma de organização. Já não basta uma televisão e frigobar no quarto. Por que não, por exemplo, manter um guia turístico no hotel para levar os turistas para um passeio pelas atrações da cidade?

Segundo Cássio Garkalns, da publicação Brasilturis Jornal, pesquisador do assunto, quem diria, poucos anos atrás, que um dos maiores influenciadores de viagens seria uma rede social de fotos? Que um dos principais empreendimentos da área de hospedagem mundial não tenha nenhum quarto de hotel? Que existiriam profissionais em hotéis e resorts especializados em ajudar os visitantes a tirar boas fotos com seus celulares, considerando que boas fotos certamente serão postadas nas redes sociais, com alto potencial de influenciar novos visitantes?

Muitos são os hotéis e restaurantes que ainda não entenderam que wifi de qualidade e seguro já não é mais um diferencial, e sim uma obrigação grátis de boa prestação de serviço. As tomadas na maioria dos hotéis ainda continuam escondidas atrás dos criados-mudos, das camas e muitas vezes em locais inacessíveis, embora a maioria absoluta dos hóspedes precise carregar pelo menos dois equipamentos eletrônicos ao longo da noite.

O mesmo desafio pode ser apresentado ao setor público que, muitas vezes, ainda usa metodologias e ferramentas de pesquisas e de planejamento do turismo baseados em experiências das décadas de 1990 e 2000. No caso de Itu, por exemplo, a Rodoviária, administrada pela Prefeitura, informa que é “impossível” ter estatísticas dos movimentos de embarque e desembarque de pessoas. No entanto tais números são importantes para orientar a própria Prefeitura sobre as necessidades das atuais instalações, em benefício do conforto do público usuário. E, também, para se saber se o número de turistas que visitam a cidade esta crescendo ou não. Acredite se quiser muitos turistas viajam de ônibus.

Conhecimento é fundamental

É de fundamental importância para o setor de turismo perceber a mudança pela qual o mundo está passando e reconhecer que este é um caminho irreversível e que se manifestará cada vez mais rápido. A comunicação mudou. Os empregos mudaram. As competências necessárias mudaram. O padrão de exigência será cada vez mais elevado.

No ano passado foi feita uma pesquisa com os gerentes de cinco dos mais importantes hotéis e restaurantes de Itu. A pergunta era: você já ouviu falar no projeto do Trem Republicano? A resposta foi unânime – NÃO. Apesar da grande divulgação do assunto na imprensa ituana ficou claro que ninguém lê jornal e ninguém se interessa pelo trabalho de expansão da Estância Turística de Itu, e só enxergam seus estabelecimentos como um negócio.

Não é mais possível acreditar que um sorriso, instalações de luxo, uma bela paisagem e o improviso, tipicamente brasileiro, sejam suficientes para levar o turismo do Brasil ao patamar que merece. É preciso investir em qualidade, em processos ordenados de inovação permanente, em tecnologia e em informação, sendo que tudo deve ser incorporado verdadeiramente às práticas, tanto do poder público quanto da iniciativa privada.
Data de inclusão: 16/02/2018
Fone: (11) 5521-3483
Contato: Raul Machado
Empresa: #Mac Comunicação e Marketing
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Redes Sociais][Serviços ][Turismo ]
Este Release foi visto 780 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.