Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

15/03/2018 - 09:37 - C4 Comunicação
Eletrodoméstico correto pode economizar até R$ 64 na conta de energia, segundo PROTESTE
Eletrodoméstico correto pode economizar até R$ 64 na conta de energia, segundo PROTESTE - C4 COMUNICAÇÃO

Associação ensina consumidores a calcular os gastos de energia e poupar no final do mês

 ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
A PROTESTE, associação de consumidores, fez o levantamento do consumo de diversos eletrodomésticos. As contas foram feitas de acordo com as distribuidoras de energia: CEB (DF), CEEE (RS), Cemig (MG), Coelba (BA), Copel (PR), Eletropaulo (SP) e Light (RJ). A partir disso, a associação calculou o gasto médio de cada produto.

A precaução com o consumo de energia dos eletrodomésticos tomou conta da rotina de diversos brasileiros, com o preço da eletricidade cada vez mais alto, sobretudo por conta de medidas como a bandeira tarifária. Contudo, dá para amenizar o impacto desses produtos na conta de luz sem precisar cortá-los do cotidiano do consumidor.

As diferenças encontradas no levantamento foram expressivas. Por exemplo, na comparação de dois splits de 12.000 BTU, vimos que o LG Libero Smart Inverter custará R$ 36,51, se usado por oito horas ao dia, o mês todo. Caso use o Electrolux Techno Inverter, o preço sobe para R$ 64,02 - uma economia de 43%.

O consumidor também economizará se optar pela escolha certa no consumo de televisores. Para o uso diário de cinco horas, deverá ser pago R$ 5,25 ao mês, com a LG 49UJ6300, ou R$ 9,15, com a Samsung UN49KU6300.

A lava-louça, apesar de não ser um item presente na casa de todos os brasileiros, teve aumento de venda nos últimos anos. Comparando o modelo Consul CLC06AB e o Electrolux LE06A, o consumidor que utilizar a primeira opção todos os dias, duas vezes ao dia, ao invés da Electrolux, vai poupar ao mês R$ 6,08.

Para driblar essas ameaças e o custo elevado, a PROTESTE alerta para atitudes que podem auxiliar nessa situação. Veja:

- O preço não deve ser considerado o único fator determinante para a compra. O ideal é descobrir também o quanto de energia elétrica ele consome. Isso porque, em muitos casos, o barato pode sair caro depois, quando chegar a conta de luz.

- A etiqueta de eficiência energética \"A\" não é garantia de produto com baixo consumo de energia. Em testes da associação, a etiqueta se encontra defasada, porque a gama de produtos com “A” engloba praticamente todos de algumas categorias.

- Calcular o gasto de energia de um aparelho em uma hora de uso é a melhor forma de saber o quanto é gasto.

COMO CALCULAR

Alguns produtos, como as geladeiras e freezers, informam o consumo menasl de energia, para outros é possível calcular através da potência. O consumidor deve dividir a potência do produto, informada no manual e no próprio aparelho, por 1.000 e multiplicar pela tarifa de energia da companhia de seu estado, disponível na conta de luz. Exemplo: se uma sanduicheira tem 1.200 W de potência e a tarifa de energia é de R$ 0,80, a conta será: 1.200 W ÷ 1.000 x R$ 0,80 = R$ 0,96. Esse é o gasto por hora.

Para mais informações entre no site da PROTESTE: www.proteste.org.br
Data de inclusão: 15/03/2018
Fone: (11) 0020202020
Contato: Flavia Santana
Empresa: C4 Comunicação
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Defesa do Consumidor][Economia e Finanças]
Este Release foi visto 680 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.