Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

22/03/2018 - 18:00 - #Mac Comunicação e Marketing
Espetáculo do estouro do Judas em Itu no domingo de Páscoa – Tradição de 141 anos
Espetáculo do estouro do Judas em Itu no domingo de Páscoa – Tradição de 141 anos - #MAC COMUNICAÇÃO E MARKETING

No Domingo de Páscoa, dia 1º de abril, pontualmente ao meio dia, na Praça Padre Miguel (Matriz), a Prefeitura de Itu, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Lazer e Eventos, realiza o tradicional Estouro do Judas.

Com mais de um sécul ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
No Domingo de Páscoa, dia 1º de abril, pontualmente ao meio dia, na Praça Padre Miguel (Matriz), a Prefeitura de Itu, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Lazer e Eventos, realiza o tradicional Estouro do Judas.

Com mais de um século de história, diferente do que é realizado em outras cidades onde o boneco do Judas é malhado, em Itu os bonecos do diabo e do Judas são literalmente explodidos. Colocados em um mastro com bombas que vão explodindo uma a cada vez, o boneco do Diabo acaba sentado nos ombros de Judas e, ao final, os dois explodem e derrubam 30 moedas, valor da traição.

O Estouro do Judas é um evento exclusivo da cidade de Itu, que mantém a tradição da literal explosão dos bonecos representando as figuras do traidor de Cristo e do Diabo. O costume ituano difere da malhação do Judas de qualquer outro lugar do país.

Ao invés de fazer, como acontece em outros locais, onde o boneco é simplesmente espancado, os ituanos inventaram um espetáculo no qual Judas é detonado com bombas acompanhado pelo próprio capeta. A manifestação cultural atrai anualmente milhares de turistas para Itu e está registrada até no livro Guinness dos recordes.

O Estouro do Judas começou em 1877, é o mais antigo do gênero no Brasil. Inicialmente, era realizado no Sábado de Aleluia e atualmente é no domingo de Páscoa. O fogueteiro Joaquim da Costa Oliveira, o Nho Quim Corneta, trouxe a idéia de Portugal e a realizou em Itu por diversos anos.

Depois foi sucedido por vários artesãos fogueteiros. Quem mais tempo permaneceu na tarefa foi Amador Ferreira Gandra Filho, o Zico Gandra, que ficou mais de 60 anos à frente do trabalho. Foi sucedido por Milton Veronessi que manteve a tradição até 2008. Eles construíram os bonecos de Judas e do diabo, os fogos e a estrutura para o estouro.

Em 2009, a prefeitura local contratou uma empresa especializada em shows pirotécnicos e se comprometeu a manter a tradição do espetáculo. Estas informações são da Revista Campo e Cidade pela jornalista Mônica Fukuda.

O local do espetáculo é cercado e sinalizado, para garantir a segurança dos ituanos e turistas, visando evitar quaisquer incidentes. O evento é gratuito.



Data de inclusão: 22/03/2018
Fone: (11) 5521-3483
Contato: Raul Machado
Empresa: #Mac Comunicação e Marketing
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Arte-Cultura-Lazer][Redes Sociais][Turismo ]
Este Release foi visto 247 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.