Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

31/03/2018 - 10:42 - DOC Press
Ortopedistas e cardiologistas concluem projeto-piloto de rastreabilidade de próteses, com a Anvisa
Ortopedistas e cardiologistas concluem projeto-piloto de rastreabilidade de próteses, com a Anvisa - DOC PRESS

O projeto-piloto foi iniciado em 2007 somente com próteses de quadril e joelho no estudo pela SBOT em 3000 casos  ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
O relatório final do projeto-piloto de rastreabilidade de próteses de quadril, joelho e stents coronarianos será apresentado às 14 horas da quinta-feira da semana que vem (dia 5), em reunião na Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, em Brasília.
O projeto-piloto foi iniciado em 2007 somente com próteses de quadril e joelho no estudo pela SBOT em 3000 casos mostrando a viabilidade do registro, quando então em 2010 a Anvisa, concordou em realizar um programa de Registro Nacional de Implantes (RNI). Sempre com a participação técnica da SBOT e depois com a Sociedade de Cardiologia Intervencionista colocando também os stents.
Em julho passado simultaneamente no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná e no Hospital Marcelino Champagnat, de Curitiba, foi feito um estudo operacional com médicos, enfermeiros, central de produtos, mostrando a viabilidade “in loco” do sistema via WEB..
Coordenado na Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT por Luiz Carlos Sobania e Sergio Okane, o programa permite comprovar a durabilidade e a eficácia das próteses de várias procedência no corpo humano.
Sobania explica que o programa prevê que, terminado o procedimento de implante ou de substituição de uma prótese, o cirurgião preencha via internet um pequeno relatório informando gênero, idade do paciente, motivo da intervenção, marca e modelo da prótese, data e hospital em que foi feita a cirurgia, além de outros dados relevantes. “O preenchimento da ficha por parte do Médico não leva mais de três minutos”, garante.
“Com o passar do tempo e o acúmulo de informações será possível saber se as infecções são mais frequentes quando se usa determinado modelo”, diz Sobania, “qual a prótese mais resistente, que demora mais para precisar ser trocada” e mesmo se determinado hospital é mais ou menos eficiente nos procedimentos.
O programa permite até o acompanhamento a longo prazo - via consultas por e-mail - aos pacientes submetidos ao procedimento, que informarão como estão se adaptando à prótese e seu grau de satisfação dois, três ou mais anos após a cirurgia. Esses dados são muito importantes também para os planos de saúde, que poderão escolher os produtos que comprovadamente tiverem melhor qualidade e relação custo/benefício.
Os ortopedistas lembram que depois que a Suécia se tornou pioneira num programa de rastreabilidade das próteses, Canadá, França, Austrália, Inglaterra, Nova Zelândia e mais recentemente os Estados Unidos passaram a desenvolver a mesma ferramenta, que agora é implementada no Brasil.
Aprovado o projeto-piloto e feitas as adequações porventura necessárias, a Anvisa pretende anunciar ainda este ano a universalização do programa, que leva o nome de Registro Nacional de Implantes, RNI.

Data de inclusão: 31/03/2018
Fone: (11) 55338781
Contato: José Luchetti
Empresa: DOC Press
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Saúde ]
Este Release foi visto 528 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.