Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

27/09/2018 - 14:01 - DOC Press
ABIIS entrega aos candidatos à presidência sugestões para o aprimoramento do setor de saúde
ABIIS entrega aos candidatos à presidência sugestões para o aprimoramento do setor de saúde - DOC PRESS

As propostas envolvem questões regulatórias, participação maior da sociedade nas decisões governamentais e adesão de normas internacionais ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
A Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde – ABIIS elaborou cinco sugestões para o aprimoramento do setor e está entregando aos candidatos à presidência como forma de contribuição setorial. Os itens considerados fundamentais para a Aliança envolvem questões regulatórias, participação maior da sociedade nas decisões governamentais adotadas e adesão de normas técnicas internacionais de comprovada eficácia.
“Este setor é extremamente dinâmico e demanda alto investimento. O ciclo de vida dos produtos é curto, apesar do custo elevado e tecnologia envolvidos, e atrasos causados por regulação de baixa qualidade podem tornar a tecnologia superada mesmo antes dela ingressar no país”, explica o diretor-executivo da ABIIS, José Márcio Cerqueira Gomes. A Aliança entende que o setor de dispositivos médicos é altamente regulado no Brasil e não poderia ser diferente, já que são equipamentos utilizados para prevenção, tratamento ou diagnóstico de agravos à saúde humana, porém é necessário buscar uma regulação inteligente, no sentido de que burocracias desnecessárias e, algumas vezes, sem objetivo prático não criem barreiras que afastem investimentos, encareçam produtos ou inibam a inovação no Brasil.
A ABIIS defende, no documento elaborado, que o processo de coerência regulatória, amplamente utilizado por outros países, e incentivada por organismos internacionais como a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico – OCDE, o International Medical Device Regulators Forum – IMDRF, o Banco Interamericano Desenvolvimento – BID, a Organização Mundial do Comércio – OMC e a Organização Mundial das Alfândegas – OMA, seja adotado como regra no país.
Os cinco pontos destacados pela ABIIS são: aplicação das boas práticas regulatórias em todos os órgãos reguladores sejam eles da administração direta ou indireta; adequada proposição do problema regulatório; participação social efetiva com: compartilhamento das informações de avaliação disponíveis internamente pelos reguladores, pareceres do TCU no processo sobre impactos internos no órgão regulador e do IPEA sobre impactos micro e macroeconômicos da proposta regulatória; avaliação de alternativas e de referências internacionais; e insitituição do Oversight Body conforme recomendação da OCDE com o aproveitamento do TCU para a função.
A ABIIS, que congrega a Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde – ABIMED, Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Produtos para Saúde – ABRAIDI e Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial – CBDL, ainda pleiteia um aprimoramento institucional dos reguladores com um sistema nacional de vigilância sanitária mais estruturado, a incorporação racional de tecnologias com estímulos à pesquisa e ao desenvolvimento e diminuição da barreira regulatória. A Aliança também sugere melhorias no ambiente de negócios com a desoneração tributária de produtos para saúde, pois o Estado é o principal consumidor deste setor, além de uma reforma tributária que há tantos anos se discute. “É necessário reduzir os custos da produção e também diminuir a enorme burocacia do sistema tributário em vigor” afirma José Márcio Cerqueira Gomes.
A Aliança defende a adoção de medidas que coíbam práticas comerciais no setor saúde que possam ser desfavoráveis ao paciente e ao sistema como um todo e posicionamentos éticos e medidas de compliance. A ABIIS apoia as ações do Instituto Ética Saúde, criado em 2014, como um movimento voluntário de empresas, para promover a as melhores práticas nas relações comerciais e institucionais entre distribuidores, fabricantes, hospitais, médicos, fontes pagadoras e órgãos reguladores e todos os integrantes do setor de saúde, por meio de mecanismos de autorregulamentação, para gerar um ambiente de concorrência justa e transparente e garantir a segurança do paciente.

Sobre a ABIIS:
A Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde – ABIIS nasceu em 2011, da união das entidades Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde – ABIMED, Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Produtos para Saúde – ABRAIDI e Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial – CBDL; interessadas em produzir e difundir conhecimento e propostas ligados ao ambiente social, econômico e normativo próprio para o florescimento da inovação em Saúde no Brasil. Com o apoio da Advanced Medical Technology Association – AdvaMed, a ABIIS é formuladora de propostas para aprimoramento de políticas públicas em saúde de uma maneira ampla e sustentável para o Estado e a sociedade.
A ABIIS trabalha com foco em cinco pilares: Incorporação Racional de Tecnologias, Ambiente de Negócios Ético, Redução dos Custos da Saúde no Brasil, Aprimoramento Institucional dos Reguladores e Regulação Inteligente.
Data de inclusão: 27/09/2018
Fone: (11) 55338781
Contato: José Luchetti
Empresa: DOC Press
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Governo][Nacional][Saúde ]
Este Release foi visto 113 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.